quarta-feira, 13 de junho de 2018

Fernando(s), António(s) e este dia 13 de junho!

 
Um nasceu em Lisboa na década de 90 do século XII. Chamava-se Fernando mas ficou conhecido para a história como António e morreu em Pádua faz hoje 787 anos. É o nosso Santo António!


O segundo nasceu também na capital, a 13 de junho de 1888...há 130 anos precisamente! Chamava-se, igualmente, Fernando  e é hoje o poeta português mais conhecido em todo o mundo: Pessoa dispensa grandes apresentações! A verdade é que ainda hoje festejamos o seu Aniversário, desta forma ou apenas lendo a sua imensa produção literária.

O terceiro nasceu António, numa freguesia do distrito de Braga, corria o ano de 1944. Quarenta anos depois viria a morrer num dia de Santo António, em Lisboa.
Uma vida curta que, ainda assim, 34 anos passados continua a ter eco: a reedição da sua biografia e um filme sobre a sua vida são apenas dois sinais disso. Falo, naturalmente, de António Variações.  

Para além destas curiosidades em torno dos nomes "Fernando" e "António", têm em comum Lisboa e o dia 13 de junho...e ainda a forma como, cada um à sua medida e na sua esfera de ação, influencia(ra)m as vidas de muitos! Falamos de religião, poesia e música...três domínios algo sagrados!

Confesso a minha devoção pelo primeiro, a minha profunda admiração pelo segundo e o meu fascínio pelo terceiro. 
Foram três homens "fora de série", que hoje não quis deixar de evocar através de um post neste meu espaço pessoal, onde gosto de partilhar, com quem me lê, aquilo que, no meu entender, vale a pena conhecer e valorizar. Tenho dito! ;)

Sem comentários: