quinta-feira, 28 de junho de 2018

Este fim de semana...

Hoje é noite de Lua Cheia, véspera do Dia de S. Pedro, o último dos santos que evocamos popularmente. 

Em Torres Vedras arranca a multicentenária Feira que o tem como patrono. Até 8 de julho, artesanato, tasquinhas e
divertimentos não faltarão na Expotorres.

Por Peniche, a animação é outra.  Amanhã, 29 de junho, a partir das 18h00 haverá Festival de Natação, nas Piscinas Municipais. 

Da piscina para o mar: Peniche acolhe este fim de semana o Campeonato Nacional de Esperanças- Surf Sub 21.
Depois de selecionados nos circuitos regionais, os melhores atletas sub 12 de Portugal competem nas ondas da "Capital da Onda" para o apuramento do campeão nacional de 2018.


Mas, por cá,  junho não termina sem a aclamada Corrida das Fogueiras: este ano na 39ª edição da prova-mãe e na 18ª das Fogueirinhas
Sábado, à noite, a população sairá à rua para apoiar os cerca de 7000 participantes nas provas de 6 km e 15 km...e com um cariz acrescido: o ecológico!

Antes do tiro de partida,marcado para as 21h30, o mote será o apoio à nossa Seleção, na partida dos oitavos de final do Mundial de Futebol, face aos uruguaios. 
Na Praça Jacob Rodrigues Pereira estará montado o  
ecrã gigante para que todos possam assistir à partida e, 
se Deus quiser, fazer a festa!

A partir das 14h00 há uma outra causa que todos podemos apoiar: a da Liga Portuguesa contra o Cancro. 
É mais uma das iniciativas Um dia pela vida e desta feita a proposta da equipa Mães Rendilheiras é: "Vamos adoçar a vida!


BOM FIM DE SEMANA PARA TODOS!

segunda-feira, 25 de junho de 2018

Boa música para todos!

Esta semana marca o encerramento das atividades da Academia de Música Stella Maris,
neste ano letivo 2017/18. 

E, para terminar em beleza, serão dois os concertos abertos a toda a comunidade:

- o primeiro terá lugar no Fórum da Parreirinha, amanhã, terça-feira, a partir das 21h00;

- no dia seguinte, 27 de junho, será a Igreja de S. Pedro a acolher o Concerto de Piano e Ensemble de Cordas, fruto do intercâmbio entre a Academia e o Conservatório de Caldas da Rainha. Yann Tiersen, Yiruma e Ludovico Einaudi são os compositores escolhidos para este concerto a não perder! 

Valorizemos este trabalho com a nossa presença, não deixando de apreciar boa música, tocada por gente da nossa terra e por aqueles que se dignam vir até nós!

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Este fim de semana...

É o primeiro de verão e marca o início das férias escolares 
para muitos. 
É ainda de festa popular, com o 
S. João "a dar cartas" 
ao norte do país.
Por cá também há arraial
é já hoje, na Escola do Alemão
a partir das 19h00.

Também hoje, continuam as ações no âmbito do projeto "Um dia pela vida"
A proposta desta noite vem d' As Marias e é um concerto pelo Coral Stella Maris, a partir das 21h00 na Igreja de S. Pedro.

Quem gostou do conceito Street Food que animou o jardim público de Peniche no fim de semana passado, pode repetir a experiência. 
Desta feita o Festival decorre 
 no Bairro do Capitão, 
em Atouguia da Baleia, hoje e amanhã.  
O programa pode ser consultado no cartaz do evento e aqui.  
Hoje à noite é a vez dos Pé Demónio animarem as hostes.
 
Sábado, 23 de junho, a noite é do Espetáculo de encerramento do ano letivo do Estúdio Municipal de Dança. A apresentação terá lugar no Pavilhão Polivalente, a partir das 21h30.

No domingo, 24, há mais uma iniciativa "Um dia pela vida". Esta será no M Caffé (junto à Esquadra da PSP). 
Há fitness, almoço e massagens!
Vejam o programa no cartaz do evento (ao lado).

Na Lourinhã, o fim de semana é de 
Festas do Concelho:
Gastronomia, concertos, artesanato, marchas populares e muitas outras atividades animarão estes dias.

BOM FIM DE SEMANA PARA TODOS!


PS_Ficou esquecido no post inicial mas ainda vou a horas: ...sábado, a partir das 22h00, os Nautilus animam o Baile de São João,
 no Bairro da Prageira.

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Verão

Na noite passada Peniche esteve assim: choveu e trovejou, como bem documenta a belíssima foto de RODRA que ilustra este post. O céu chorou, estremeceu e iluminou-se para se despedir de uma primavera atípica, que não deixa saudades. 

Hoje amanheceu "tropical": ainda chuvisca mas está uma brisa quente!  
 É ele que chega, daqui a nada...



terça-feira, 19 de junho de 2018

O pesadelo americano

Há coisas que me revolvem as entranhas como é o caso de notícias como esta , esta
Estamos a falar da mesma situação, que alguns ainda julgam ser casos encenados (vá-se lá saber porquê?!): a realidade e tristeza de centenas de crianças sul-americanas que são separadas dos seus pais na fronteira americana!Crianças de 1, 3, 5 anos!!! Já não basta a triste vida que esta gente têm nos países de onde provém...a triste vida que os faz pagar "a peso de ouro" a possibilidade de  travessia e entrada na América...o que penam nesse percurso, os riscos que correm (inimagináveis para qualquer um de nós)...como ainda chegarem à dita fronteira que tanto anseiam e serem-lhes retirados os filhos! 

Mas isto cabe na cabeça de alguém? Só pode caber mesmo nas cabeças de gente muito anormal que apenas vê leis para cumprir e fronteiras para guardar! Não conseguem ver seres humanos, que apenas tentam mais esta chance porque vivem em condições miseráveis nos sítios onde nasceram. 
Sítios em que, infelizmente, a miséria e/ou o narcotráfico determinam a sua sobrevivência e em que o presente e o futuro lhes parecem tão negros que conseguir entrar nos E.U.A. é a "luz ao fundo do túnel" ("googlem" lá  "narcotráfico méxico" e verão algumas imagens bem elucidativas da situação, que me escuso a publicar aqui para não ferir ainda mais suscetibilidades). 

Sou mãe e por isso notícias destas ainda me tiram mais "do sério". Mas ainda que não fosse! Será possível que esta gente não veja o mal que faz e ainda consiga ironizar com a situação? Se detêm os pais para avaliarem o seu repatriamento ou entrada no país, ao menos que os deixem ficar junto dos filhos.Porque retirar as crianças aos seus pais é com certeza pior que repatriarem uns e outros! Ao menos que no meio deste processo tenham o consolo da companhia 
e do amor dos seus. 

Não consigo imaginar o que será, para além de toda a indefinição sobre o futuro e de todos os procedimentos a que são sujeitos neste "fica?...ou volta para trás?", ainda o sofrimento de não saberem onde estão, e como estão, aqueles que mais amam!Porque não acredito que o sistema funcione e que não haja muitas crianças "perdidas" neste processo!Já para não falar nas consequências que isto tem nas próprias crianças...tão pequeninas e sujeitas a esta separação. 

Ninguém pode obrigar os E.U.A. a alojarem estes migrantes/refugiados (e não "criminosos", como agora são vistos). Mas com toda a certeza haverá quem possa obrigá-los ao mínimo de decência no tratamento destes seres humanos e ao cumprimento da Declaração Universal dos Direitos Humanos e dos Direitos da Criança. 
Não acredito que uma lei nacional (ainda para mais tão contestada por tantos) possa prevalecer sobre as declarações universais de que o país em causa também é subscritor.

Infelizmente (bem sabemos) não é só nos E.U.A. que esta situação acontece! 

Infelizmente ainda há muita gente indiferente a tudo isto e/ou a julgar que se tratam de notícias falsas! 

Infelizmente pensamos sempre primeiro no nosso "umbigo" e só depois nos outros! 

Infelizmente ainda há muita gente por esse mundo fora que sofre horrores que nós nem conseguimos imaginar...porque, infelizmente, ainda há quem os consiga perpetrar! 

Infelizmente ainda há muito quem (sobre)viva numa vida de inferno, sem nunca vislumbrar o azul do céu! 

E quando leio notícias destas só penso: como é possível sobreviver assim? E relativizo tudo aquilo de que me queixo no rame-rame do dia-a-dia...na verdade, agradeço a vida que tenho! Só posso agradecer!
Mas, porque não sou indiferente, fica uma sombra a pairar entre mim e o céu azul que, felizmente, 
posso ver todos os dias. 
O mesmo céu que, para alguns, será sempre negro...
(sobretudo se a indiferença e o alheamento  venceram a empatia e a compaixão!)

segunda-feira, 18 de junho de 2018

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Este fim de semana...

Pois é...assim, quase sem nos darmos conta, já estamos quase em fim de semana. E como este se anuncia tão ou mais animado que os anteriores, com os eventos a multiplicarem-se no nosso concelho, aqui ficam já as minhas sugestões para os próximos três dias. 

Começo por uma iniciativa  já divulgada neste blogue: o Festival de Street Food que se prolonga pelos 3 dias. 
Será na Praça Jacob Rodrigues Pereira, a partir das 18h00 de amanhã, 15 de junho.
 
Também amanhã,com início à mesma hora, teremos o 
Arraial dos Oceanos na Escola Básica Integrada de Peniche. Muita animação prometida nesta noite de junho.

*
 
Sábado, 16 de junho, será um dia intenso e cheio de atividades por estas bandas.
Durante o dia a Câmara Municipal de Peniche promove o Seminário "Educar com Mindfulness". 

A Cercipeniche abre as portas para o seu Arraial dos Santos Populares:entre as 11h00 e as 24h00 somos convidados  a aparecer junto ao Moinho da Fialha para uns comes&bebes e muita animação. 

Na Berlenga também será dia de festa. 
Os Pescadores da Ilha fazem a sua I Festa em Honra de São João Batista com inauguração e benção do nicho onde ficará a imagem deste santo popular, 
padroeiro do Forte deste arquipélago. 


Por Peniche, a iniciativa "Numa tarde Animada", integrada no projeto Um Dia Pela Vida Peniche‎ é a proposta do grupo IDE: pinturas faciais, modelagem de balões, teatro e jogos animarão o jardim público nesta ação de angariação de fundos para a Liga Portuguesa contra o Cancro. 

Por S. Bernardino, o fim de semana é sinónimo da II Feira de Artesanato de Verão.  

De regresso à sede de concelho, Peniche terá um final de tarde/ princípio de noite atlético:

- às 17h00, a Igreja de Nossa Senhora da Ajuda é o ponto de encontro para a 51ª Peniche Sunset Run, desta feita em colaboração com a associação Patrimonium;

-hora e meia mais tarde, o Polidesportivo Ilídio de Abreu é o local de concentração para o III Passeio Noturno Familiar em Bicicleta, promovido pela Junta de Freguesia de Peniche.

À noite  será a música a dar o tom

- no Café Stella Maris tem lugar a 
6ª Grande Noite de Fados, a partir das 21h30;

- em Atouguia da Baleia, a Noite Musical, iniciativa da Associação de Pais do CPBES, tem início às 21h00 no Salão da Sociedade Recreativa União 1º de dezembro de 1902.
 
*
 No domingo, 17 de junho, a Junta de Freguesia de Ferrel promove um Passeio de Bicicleta a Fátima. Saibam mais aqui. 
 
No concelho vizinho, a Lourinhã continua a celebrar os 800 anos da confirmação do seu Foral. Este fim de semana o momento é de teatro:
 Foral da Lourinhã para totós é a proposta dos grupos das Oficinas de Teatro da Lourinhã, encenados por Raquel Monteiro.
Às 16h00 no Anfiteatro da Praça José Máximo da Costa.

BOM FIM DE SEMANA PARA TODOS!

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Fernando(s), António(s) e este dia 13 de junho!

 
Um nasceu em Lisboa na década de 90 do século XII. Chamava-se Fernando mas ficou conhecido para a história como António e morreu em Pádua faz hoje 787 anos. É o nosso Santo António!


O segundo nasceu também na capital, a 13 de junho de 1888...há 130 anos precisamente! Chamava-se, igualmente, Fernando  e é hoje o poeta português mais conhecido em todo o mundo: Pessoa dispensa grandes apresentações! A verdade é que ainda hoje festejamos o seu Aniversário, desta forma ou apenas lendo a sua imensa produção literária.

O terceiro nasceu António, numa freguesia do distrito de Braga, corria o ano de 1944. Quarenta anos depois viria a morrer num dia de Santo António, em Lisboa.
Uma vida curta que, ainda assim, 34 anos passados continua a ter eco: a reedição da sua biografia e um filme sobre a sua vida são apenas dois sinais disso. Falo, naturalmente, de António Variações.  

Para além destas curiosidades em torno dos nomes "Fernando" e "António", têm em comum Lisboa e o dia 13 de junho...e ainda a forma como, cada um à sua medida e na sua esfera de ação, influencia(ra)m as vidas de muitos! Falamos de religião, poesia e música...três domínios algo sagrados!

Confesso a minha devoção pelo primeiro, a minha profunda admiração pelo segundo e o meu fascínio pelo terceiro. 
Foram três homens "fora de série", que hoje não quis deixar de evocar através de um post neste meu espaço pessoal, onde gosto de partilhar, com quem me lê, aquilo que, no meu entender, vale a pena conhecer e valorizar. Tenho dito! ;)

terça-feira, 12 de junho de 2018

Comida de rua

Embora o clima não esteja muito convidativo (diz que entretanto a coisa aquece) a verdade é que estamos em junho e é tempo de vir para a rua, nem que seja para apanhar ar. Já diz o povo que "Ar e vento é meio sustento!" E disso temos de sobra...

Todo este intróito para vos dizer que este fim de semana o convite é para que comam na rua! Para além dos arraiais populares (de que entretanto darei conta), hoje falo-vos do Street Food Festival, que é o mesmo que dizer Festival Internacional de Comida de Rua. Pois é: de sexta a domingo, a Praça Jacob Rodrigues Pereira terá o mundo nela...em forma de comida!
 
E falando de mundo, bem sei que já se estão a lembrar do Mundial! Também não foi esquecido! 
E como logo no primeiro dia do Festival, Portugal entra em campo com a Espanha disse-me um passarinho que haverá ecrã gigante na praça...para que ninguém deixe de apoiar a nossa seleção, enquanto petisca os sabores de outras paragens!  

O convite está feito...só falta ser aceite ;)

segunda-feira, 11 de junho de 2018

Aquarius e Selma

No dia em que é notícia o braço-de-ferro entre Itália e Malta que mantém 629 vidas em risco (entre elas 123 menores e  7 grávidas) , faz ainda mais sentido publicitar este Ciclo de Cinema que o Núcleo de Peniche da Amnistia Internacional está a promover. Porque, infelizmente, são ainda tantos os direitos humanos desrespeitados, esquecidos, ultrapassados por outros interesses...

A última sessão deste ciclo de cinema será na próxima quarta-feira, 13 de junho, com o filme “Selma”, que relata a luta histórica protagonizada por Martin Luther King e os manifestantes pacifistas, para garantir o direito ao voto para todas as pessoas, culminando numa marcha épica desde a cidade de Selma até Montgomery, no Alabama, e que levou o presidente Lyndon B. Jonhson a assinar a lei dos direitos de voto de 1965. 
"Selma" é também o filme que em 2015 arrebatou o Óscar para Melhor Canção Original Glory -  interpretada por Common e John Legend.