terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Desejo neste fim-de-ano...

Tal como prometi aqui, hoje vou falar um pouco sobre a última hora do conto que fiz este ano.Tendo como base o livro “Babushka”- da autoria de Sandra Ann Horn, publicado pela Campo de Letras, as 381 crianças que participaram nesta actividade foram convidadas a conhecer uma velhinha com a mania das limpezas (artifício para disfarçar a dor de estar só) que, depois da revelação de um anjo em sonhos, se pôe a caminho de Belém para conhecer um menino recém-nascido. Ao longo desta caminhada vai oferendo, os presentes destinados ao bébé, àqueles que se cruzam com ela no caminho e deles necessitam... uma história de Natal sobre valores e desejos, que levou as crianças a reflectir sobre o verdadeiro significado do Natal e as convidou a desejar, para si ou para os outros, algo de bom que não pudessem comprar nas lojas. Desta reflexão nasceram bonitos desenhos e desejos como: “ter um irmão”, “…que todos tivessem comida”, “ partilhar com os pobres”, “ …que todos tenham paz e amor”, “saúde”, “…que não houvesse guerra no mundo”, “…que a minha família seja feliz para sempre”, "que a minha mãe brinque mais comigo", entre outros. Votos que só posso subscrever e desejar que se realizem em 2009.
O mesmo voto para todos os desejos dos meus amigos e leitores deste blogue, no último post deste ano!

domingo, 28 de dezembro de 2008

Concerto em Petra

Entre o Natal e o Ano Novo, aqui fica uma sugestão que daria em qualquer altura do ano:vejam, mais logo na RTP1, o PAVAROTTI - MEMORIAL CONCERT SALUTE, um espectacular concerto em memória do italiano Luciano Pavarotti, gravado em 12 de Outubro de 2008 na cidade de Petra, na Jordânia, onde estiveram presentes alguns dos maiores nomes da música pop da actualidade. Para saber mais sobre este concerto podem aceder aqui.
Por mim, só lamento a hora tardia a que irá passar: às 23h35 de um Domingo...há coisas que não se compreendem no serviço público de televisão!

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Happy Christmas

Uma das músicas que mais gosto de ouvir nesta época é Happy Christmas (War it´s over), uma música interpretada por John Lennon, Yoko Ono e o Harlem Community Choir, gravada em Outubro de 1971.
A letra fala de um Natal para todos e por isso esta foi a versão escolhida para colocar aqui. As imagens são muito duras de ver mas são, infelizmente, a realidade...e se Jesus Menino nascesse em 2008, seria junto daqueles que sofrem a guerra, a doença, a tristeza, a fome ( patentes nas imagens)...junto daqueles que mais precisam, que o encontraríamos, concerteza!
A sua mensagem foi essa: uma mensagem universal de Paz e Amor, para ser vivida todos os dias!

So this is Christmas
And what have you done
Another year over
And a new one just begun.
(...)
A very merry Christmas
And a happy New Year
Let's hope it's a good one
Without any fear.


Câmara Clara

Uma nota sobre um belo programa de televisão que confesso ver poucas vezes: Câmara Clara. Mas no Domingo passado vi! É que o tema era "Solidariedade e Culpa" e um dos convidados era o meu amigo e conterrâneo Rogério Cação. Para saberem algo mais podem aceder aqui e procurar o programa de 21/12/2008 no Arquivo ou verem a totalidade do programa em Vídeo. Vai valer a pena!
Um programa cheio de "artes e ideias"...para ver mais vezes!

domingo, 21 de dezembro de 2008

Dicas de beleza...

Este post de hoje parece especialmente dedicado às leitoras, mas quase todos os conselhos podem ser postos em prática pelos leitores. Aqui ficam algumas DICAS DE BELEZA SEGUNDO AUDREY HEPBURN:
* Para ter lábios bonitos, diga palavras agradáveis;
* Para ter olhos bonitos, procure o que há de bom nas pessoas;
* Para ter uma silhueta elegante, partilhe a comida com os pobres;
* Para ter cabelo bonito, deixe uma criança passar-lhe os dedos uma vez por dia;
* Para a postura, caminhe como se soubesse que não está sozinho;
* As pessoas, ainda mais do que as coisas, têm de ser restruturadas, renovadas, revividas, reclamadas, resgatadas. Nunca deite ninguém fora;
* À medida que envelhece vai descobrindo que tem duas mãos: uma para se ajudar a si própria e a outra para ajudar os outros;
* A beleza de uma pessoa não está na roupa que veste, na silhueta ou na maneira como penteia o cabelo. A beleza deve ser vista nos olhos, a verdadeira porta para o coração e onde mora o amor!



quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

É tempo...


Trechos de um texto sobre a época natalícia (que li algures por aí),PARA VOS DESEJAR A TODOS UM SANTO NATAL e um 2009 bem vivido...

"É tempo de repensar valores, de ponderar sobre a vida e tudo que a cerca.
É momento de deixar nascer essa criança pura, inocente e cheia de esperança que mora dentro de nossos corações.
É sempre tempo de contemplar aquele menino pobre, que nasceu numa manjedoura, para nos fazer entender que o ser humano vale por aquilo que é e faz, e nunca por aquilo que possui.
Também é tempo de refazer planos, reconsiderar os equívocos e retomar o caminho para uma vida cada vez mais feliz...
Teremos outras 365 novas oportunidades de dizer à vida, que de facto queremos ser plenamente felizes.Que queremos viver cada dia, cada hora e cada minuto em sua plenitude, como se fosse o último.
Que queremos renovação e buscaremos os grandes milagres da vida a cada instante!
É tempo de fazer um balanço de tudo o que aconteceu.É tempo de transformarmos:
- os momentos bons em novas energias, entusiasmo e, principalmente, esperança de que todos os nossos sonhos vão se realizar!;
- os momentos maus em lembretes, para não cometermos novamente os mesmos erros no ano que vem;
- os momentos difíceis em peças fundamentais que nos lembrem que tudo na vida passa...
É também tempo de agradecermos a DEUS por todos os momentos felizes que tivemos!

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Natal musical!

A dez dias do Natal, serve o presente post para destacar algumas das iniciativas do Natal Penicheiro que decorrem esta semana. Para além da hora do conto natalícia na Biblioteca - que será alvo de um post em breve - amanhã é dia de ir ouvir o Avô Cantigas. Será às 15h00 no Pavilhão Polivalente.
No próximo Sábado, dia 20, destaque para os concertos:
- pelas 21h00 o Coral Stella Maris actua na Igreja de S. Bernardino;
- e, pelas 21h30, na Igreja de S. Leonardo - Atouguia da Baleia, a cantora lírica Helena Vieira junta-se à Banda Filarmónica União 1º Dezembro 1902 e ao Coral Paroquial de Atouguia para um concerto de Natal diferente.
Domingo é dia da já tradicional distribuição de presentes pelos Pais Natal Motard (às 15h00,no Largo 5 de Outubro) e do Coral Stella Maris cantar na Igreja de S. Leonardo (às 21h00).Iniciativas a ter em conta para um tempo de Natal mais alegre e solidário.

domingo, 14 de dezembro de 2008

Alçada

Faz hoje uma semana que António Alçada Baptista deixou este mundo...Não quis que esse facto passasse em branco neste blogue pois era um dos escritores portugueses que mais apreciava e que - a par de Miguel Torga e Vergílio Ferreira - começou a fazer parte das minhas leituras de eleição na adolescência e juventude.

A certa altura da sua vida declarou: "A minha obra escrita vende-se muito por uma razão simples, porque eu sou talvez o primeiro escritor que não teve vergonha dos afectos."

... e livros como Os Nós e os Laços, Catarina ou a Sabor da Maçã e O Riso de Deus são, concerteza, exemplo disso.

Do que sobre ele se disse esta semana seleccionei do texto de Mário Soares, in DN, as seguintes palavras: "Portugal perdeu um grande escritor, que poderia ter deixado uma obra muito maior, tanto no plano da ficção como no do ensaísmo ou como memorialista. Era um contador de histórias e um conversador admirável. Um homem bom, solidário, generoso, para quem os afectos contavam enormemente. Uma personalidade com claridades e sombras, seguramente, mas que merece ser estudada com objectividade e que prestou altos serviços a Portugal e à Igreja e foi um Amigo que deixou um lugar inesquecível entre os seus amigos."
Para quê mais palavras?...talvez, apenas: Obrigada, Alçada!

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Palavra de trapos...

Nos próximos dias 15 e 16 decorre na Fundação Calouste Gulbenkian o XVIII Encontro de literatura para crianças. Participei em alguns destes encontros no passado, por inerência da função, e é com alguma pena que não participarei neste.
De qualquer maneira aqui fica o programa para quem puder e quiser participar. São muitos e bons os prelectores que durante estes dois dias partilharão a sua experiência sob o mote "Palavra de trapos - a língua que os livros falam".

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Presentes solidários

Nesta época de Natal, apesar das solicitações de um consumismo crescente, também há - felizmente - muitas oportunidades para sermos solidários com várias causas, que nos merecem o nosso carinho e contributo.
E a atenção que podemos dispensar a estes projectos e realidades é, concerteza, o presente mais apreciado pelo aniversariante festejado...

Hoje, destaco a campanha Presentes Solidários da Fundação Evangelização e Culturas, que reverte a favor de ofertas concretas a vários países lusófonos.

100 velas

Independentemente do que sobre a obra se possa pensar, há que assinalar...
São 100 anos de vida do mais internacional dos realizadores portugueses: Manoel de Oliveira está hoje de Parabéns!

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Cada lugar teu...

Hoje, um belo poema de Mafalda Veiga. Uma canção de que gosto muito: Cada lugar teu...

Sei de cor cada lugar teu
atado em mim, a cada lugar meu
tento entender o rumo que a vida nos faz tomar
tento esquecer a mágoa
guardar só o que é bom de guardar

Pensa em mim protege o que eu te dou
Eu penso em ti e dou-te o que de melhor eu sou
sem ter defesas que me façam falhar
nesse lugar mais dentro
onde só chega quem não tem medo de naufragar

Fica em mim que hoje o tempo dói
como se arrancassem tudo o que já foi
e até o que virá e até o que eu sonhei
diz-me que vais guardar e abraçar
tudo o que eu te dei

Mesmo que a vida mude os nossos sentidos
e o mundo nos leve pra longe de nós
e que um dia o tempo pareça perdido
e tudo se desfaça num gesto só
Eu vou guardar cada lugar teu
ancorado em cada lugar meu
e hoje apenas isso me faz acreditar
que eu vou chegar contigo
onde só chega quem não tem medo de naufragar...

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

História antiga

Depois de uma semana sem grande inspiração, aqui deixo hoje um poema de Miguel Torga a propósito da festa natalícia (já tão próxima) do pequenito desta "história antiga"...

Era uma vez, lá na Judeia, um rei.
Feio bicho, de resto:
Uma cara de burro sem cabresto
E duas grandes tranças.

A gente olhava, reparava, e via
Que naquela figura não havia
Olhos de quem gosta de crianças.
E, na verdade, assim acontecia.


Porque um dia,
O malvado,
Só por ter o poder de quem é rei
Por não ter coração,
Sem mais nem menos,
Mandou matar quantos eram pequenos
Nas cidades e aldeias da Nação.

Mas,
Por acaso ou milagre, aconteceu
Que, num burrinho pela areia fora,
Fugiu
Daquelas mãos de sangue um pequenito
Que o vivo sol da vida acarinhou;

E bastou
Esse palmo de sonho
Para encher este mundo de alegria;
Para crescer, ser Deus;
E meter no inferno o tal das tranças,
Só porque ele não gostava de crianças.