quinta-feira, 22 de junho de 2017

"Sabemos..."

“Sabemos que o tempo passou

Que alguma coisa deveria ter sido dita

(talvez depois, talvez mais tarde)

Deixamos atrás de nós

Uma sequência desconexa de gestos irreparáveis

E, feridos,

Por todas as coisas

que poderíamos ter evitado a nós próprios

Caminhamos para o silêncio

E para a escuridão indefinível dos bosques.”


Luís Falcão 
(N.05.11.1975 - F.22.06.2015)


quarta-feira, 21 de junho de 2017

Fados na Academia

É já no próximo domingo, 25 de junho, que a Academia de Música Stella Maris promove mais uma Grande Noite de Fados no seu espaço.
A noite contará com a animação de dez dos fadistas da Secção de Fado da Academia e também com uns comes&bebes em jeito de petisco. 

As reservas - no valor de 7 fados por pessoa- já podem ser feitas: na Secretaria Paroquial, na própria Academia, pelo telefone 965108253 ou pelo e-mail geral@academiastellamaris.pt

A receita obtida será para adquirir instrumentos para uma nova modalidade que a Academia terá para o próximo ano letivo: as crianças  dos 5 aos 9 anos terão oportunidade de nos primeiros três meses (de outubro a dezembro) experimentarem seis instrumentos diferentes para escolherem aquele que, a partir de janeiro, querem realmente aprender.

segunda-feira, 19 de junho de 2017

(...)

No domingo de manhã ao ler em rodapé "57 mortos e 59 feridos" o meu primeiro pensamento foi "Mais um atentado!". 
Só depois me apercebi que desta feita a arma era um fogo impiedoso que lavrava no meu país, no distrito em que habito! Habituados que estamos aos fogos que chegam com o calor, não estamos de todos habituados a que ceifem vidas desta forma! E foi esse o choque inicial...


Depois de tudo o que se disse (e diz) pouco há a acrescentar. A verdade é que ninguém deve(rá) ficar indiferente ao que se passa no centro do nosso país...por tudo aquilo que o fogo levou para sempre, de casas a árvores, de memórias a locais...e, sobretudo, pelas vidas perdidas.

Não importa para já saber de quem é a culpa (talvez um pouco de todos nós)...embora importe sempre refletir sobre o que na nossa vida comum mudou, naquilo que em sociedade se alterou nas últimas décadas e que, apesar de um suposto progresso, sabemos agora ser um retrocesso...e perceber até que ponto podemos reverter ocupações do território, comportamentos e modos de vida, para um futuro mais ecológico e sustentável para todos, quer vivamos no litoral ou no interior, em zona urbana ou rural, em Portugal ou noutro local do globo.

A verdade é que estes acontecimentos têm sempre o condão de nos fazer pensar e sentir para além daquilo que nos permitimos no dia-a-dia corrido que vivemos. 
Se, aparentemente, nada de bom trazem consigo, levam-nos a valorizar o que temos e a partilhar com quem mais precisa porque -humanos que somos- acabamos inevitavelmente a identificarmo-nos com quem sofre...
"E se fosse eu?" - é a pergunta que inevitavelmente fazemos.

Felizmente (desta vez) não fomos nós, mas foram outros como nós: com as suas famílias, com as suas casas, com os seus trabalhos, com os seus lugares e bens de uma vida!

Porventura, poderia este texto dissertar ainda sobre a cobertura mediática que é feita por estes dias. Bem sabemos que grande parte das vezes as perguntas são descabidas, os limites éticos ultrapassados, a dignidade de mortos e sobreviventes posta em causa. Também haverá, é certo, muitos jornalistas a fazer um bom trabalho dentro daquilo que lhes é possível. E exemplo disso é este artigo do Público, que resume o que já foi feito, e o que cada um de nós pode ainda fazer, para ajudar as vítimas desta tragédia e quem, no terreno, a tenta mitigar
Localmente, também o Quartel dos Bombeiros Voluntários de Peniche está a rececionar bens (águas, águas com gás, fruta, barras energéticas, bolachas, enlatados, roupas...)

Naturalmente, aos Bombeiros e a todos os que trabalham incansavelmente para diminuir o sofrimento de outros tantos, aqui fica um Bem-haja! pela coragem e pela forma como dão (verdadeiramente) de si!


Nunca conseguiremos agradecer suficientemente o bem que fazem, tantas vezes com prejuízo da própria vida...


Poesia no Bairro...

É já na próxima Sexta-feira, 23 de junho, que o Bairro Luís de Camões 
acolherá "A poesia anda por aí..."

Luís de Camões e Fernando Pessoa serão os "convidados especiais" desta noite, que decorrerá no espírito popular, próprio das festas juninas. 

Às 21h30, o encontro está marcado junto à fogueira, no Polidesportivo Ilídio de Abreu.

Saibam mais aqui

sábado, 17 de junho de 2017

Hoje


Mais uma audição dos alunos da Academia de Música Stella Maris. 
Hoje, às 17h00, na Igreja da Misericórdia é a vez do piano...

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Este sábado...





Às 16h00, na Fortaleza de Peniche será apresentado o livro "Forte de Peniche, Memória, Resistência e Luta"
editado pela URAP. Saibam mais aqui.




Às 21h30 é hora do Estúdio 

Este ano será no Pavilhão Polivalente e estamos todos convidados  a assistir. 

BOM FIM DE SEMANA 
PARA TODOS!

terça-feira, 13 de junho de 2017

Santo António

E porque é dia de Santo António, Santo Português, Santo Popular e Doutor da Igreja, não podia deixar de assinalar a data. 
Por isso deixo-vos o link para um artigo do Observador para que fiquem a saber (quase) tudo o que precisam de saber sobre Santo António.

Digo quase tudo porque tudo era impossível e também porque há dois aspetos que não são referenciados: o facto de Santo António ser um dos Padroeiro dos Acólitos (e, em particular, da Associação de Acólitos de Peniche, a que pertenci grande parte da minha vida);
e ainda a sua capacidade de intercessão quando falamos de objetos perdidos (ou até da fé perdida), bastando que para tal seja rezado com fé o Responso a Santo António. Para que percebam melhor o que vos digo e fiquem a conhecer as orações de que falo, leiam este artigo

Santo António de Lisboa, rogai por nós!

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Amanhã, sábado ...



...é também Feriado Nacional. 
Celebra-se Portugal,
 Luís de Camões 
e todas as comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo.


Aqui no burgo, às 11h00, na Fortaleza de Peniche, inaugura a Exposição fotográfica "Peniche - Antes e Depois". Estará patente até 2 de julho.

Às 15h00, há Triatlo...prova histórica na nossa terra!

BOM FIM DE SEMANA PARA TODOS!

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Da educação...

O post de hoje é dedicado à educação - concretamente a escolar- que a mim (e a tantos) preocupa e dá que pensar. 
Acho que nunca se questionou tanto o modelo educativo como nos últimos anos, talvez porque esses mesmos anos foram de uma mudança radical em tantos aspetos da nossa vida quotidiana que não faz qualquer sentido que um sistema que educa para essa mesma vida permaneça imutável. 
Hoje deixo-vos com um vídeo de Prince Ea e com um texto de Laurinda Alvesque vale a pena ler por inteiro, mas de que destaco o seguinte parágrafo:

Ou seja, é vital sermos criativos e estarmos atentos à maneira como cada um revela os seus dons e talentos, as suas inclinações naturais e os seus ritmos de desenvolvimento. De nada adianta a um pai impor regras militares a um filho que nasceu para ser artista, assim como não faz sentido nenhum sobrecarregar de deveres uma criança hiper activa que precisa acima de tudo de aprender a abrandar o ritmo, em vez de o acelerar para tentar corresponder.



Dá, ou não dá, que pensar?

terça-feira, 6 de junho de 2017

Inspiração



Este é um dos mais recentes vídeos a promover Portugal. 
Vale a pena ver (pelas belas imagens do Porto e de Lisboa) 
e ouvir/ler pela mensagem que contém...

(...)Tudo prospera e pulsa de vida à nossa volta. Tudo nos convida a criar,a inventar, a mergulhar mais fundo, mais além, a arriscar...não ter medo de ser superficial, sem deixar de ser profundo(...)

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Peniche acolhe EUROSUP


Começa amanhã -e decorre até ao próximo domingo- em Peniche, 
Campeonato Europeu de Stand up Paddle

Fiquem com o vídeo promocional 
e com o convite para a abertura do evento (cliquem no cartaz à esquerda). 
Saibam mais aqui






Há músicas (muito) boas de ouvir! LXVII

Na última semana ouvi duas vezes esta música. Em ambas, ficou-me no ouvido...gostei! E por isso partilho-a hoje aqui: "Issues", de Julia Michaels.




sexta-feira, 2 de junho de 2017

Este fim de semana...

Em Peniche, prossegue o programa comemorativo do Dia Nacional do Pescador. Destaque para a apresentação do livro "Naufrágios e náufragos", de Fernando Engenheiro (sábado, às 21h30 no Auditório Municipal); para  o Seminário sobre a fileira socioecnómica da Pesca (domingo, de manhã, no mesmo local) e para o Concerto pela Banda da Armada (domingo, às 15h30, na Ribeira Velha).
BOM FIM DE SEMANA PARA TODOS!


quinta-feira, 1 de junho de 2017

Crianças

"(...) Grande é a poesia, a bondade e as danças...mas o melhor do mundo são as crianças!" (Fernando Pessoa)



...era bom que todas as crianças o pudessem ser e que todos os adultos não deixassem de o ser (no mais íntimo de si)!

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Pescador celebrado


É já na próxima quarta-feira, 
31 de maio
que se assinala o
DIA NACIONAL DO PESCADOR.












E, como terra de pescadores, mal seria que em Peniche a data não fosse celebrada! Podem então ver aqui o programa das festas, de onde destaco, desde já, a apresentação de mais um livro de Fernando Engenheiro, intitulado "Naufrágios e náufragos".

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Fim de semana de causas...


O próximo fim de semana é recheado de causas aqui por Peniche...e não só!


Da Campanha do Pirilampo Mágico ao Banco Alimentar contra a fome, passando por causas mais locais, fiquem com quatro ações em que a diversão se alia ao bem-estar e ao bem-fazer: 







- Noite musical em Atouguia da Baleia, promovida pela Associação de Pais do CPBES, para angariação de fundos;



- e no âmbito da Primavera livre de Petróleo, haverá Yoga/Capoeira no Parque da Cidade, domingo às 10h00.

Podendo, vamos todos participar/colaborar!

sexta-feira, 19 de maio de 2017

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Uma noite no Museu


Hoje é Dia internacional dos Museus
Um pouco por todo o mundo, e concretamente em Portugal, a data assinala-se com várias iniciativas

Em Peniche, para além da entrada gratuita nos museus (durante o dia de hoje), haverá
visita guiada noturna à Fortaleza de Peniche, a partir das 21h30 
do próximo sábado, dia 20. 

Saibam mais sobre a efeméride e este evento aqui.

segunda-feira, 15 de maio de 2017

A 13 de maio...

O fim de semana prometia grandes emoções e não defraudou as expectativas!
Treze de maio de 2017 ficará para a história de Portugal como o dia:
- do 1º Centenário das Aparições de Fátima e consequente 1ª visita do Papa Francisco a Portugal para assinalar a efeméride e canonizar Jacinta e Francisco...mais dois santos portugueses nos altares do Mundo;
- do 1º Tetracampeonato do Benfica (o quarto título consecutivamente conquistado, num rol de 36);
- da 1ª vitória de Portugal no Festival Eurovisão da Canção, com "Amar pelos dois", uma balada de Luísa Sobral, distintamente interpretada pelo irmão Salvador.

Quanto à visita papal, pouco mais há a dizer, depois da intensa cobertura mediática de que foi alvo. Decorreu sem percalços e com a esperada adesão popular. Fátima foi mais uma vez o Santuário da Paz, da Esperança, da Luz...a casa de Maria, mãe de Jesus, que acolhe todos, independentemente da condição social, da nacionalidade, da raça e até da religião (atrevo-me a dizer).  
Francisco foi igual a si próprio, quer nos silêncios, quer nas palavras, quebrando o protocolo quando assim o entendeu, alternando entre o sorriso que lhe é característico e a clareza (por vezes dura) nas afirmações que faz. Sobre estas 24 horas do Papa em Portugal proponho a leitura deste texto de António Marujo.


Relativamente ao tetra do Benfica (sendo eu do Sporting) resta-me parabenizar os adeptos encarnados e realçar as sábias palavras do treinador Rui Vitória após a conquista. 

Por último, a vitória da canção portuguesa na Eurovisão. 
Sobre o 1º lugar de Salvador Sobral no nosso Festival da Canção escrevi na altura este postJá na altura reconheci que estávamos perante "uma belíssima canção no que à melodia e letra dizem respeito; que cativa pela simplicidade; que é agradável de ouvir porque tem uma mensagem e um embalo bonitos, que nos prendem à história que conta e aos sentimentos que quer transmitir."

Também é verdade que disse que não a achava minimamente festivaleira, não deixando de acrescentar "...quem sabe não teremos alguma surpresa com a ida do Salvador Sobral a Kiev? às vezes no meio do espalhafato musical que ultimamente tomou conta da Eurovisão, pode ser que a melodia portuguesa marque pontos pela diferença...e nos traga da Ucrânia o tão almejado prémio." 

Foi o que aconteceu! A beleza e a sobriedade da canção e a particular forma de interpretar de Salvador  - que se destacaram pela diferença face às restantes presenças em palco- cativaram a Europa, arrebatando 758 pontos entre o televoto e as votações dos júris nacionais dos países participantes, e deram o 1º lugar a Portugal pela primeira vez em mais de cinco décadas de participação. 
De realçar que, para além da vitória, os irmãos Luísa e Salvador Sobral já tinham sido distinguidos com dois prémios extra-concurso, respetivamente pela autoria e pela interpretação. Por tudo isto, deixo aqui os meus parabéns aos irmãos Sobral e também à RTP que soube dar nova vida ao Festival da Canção e viu assim reconhecido o investimento feito.
Destaque também para as intervenções não-musicais de Salvador: vestindo uma t-shirt onde se podia ler S.O.S. Refugees (alertando para a questão dos refugiados) e nas palavras após a vitória.
*
Este foi de facto um fim de semana de Fátima, Futebol e Festival (não sendo de Fado este último f, como usual, ainda assim é de música que falamos)! 
Retirando o caráter pejorativo que é muitas vezes atribuído a esta trilogia de F's - como sendo redutora, popular, alienante e datada- a verdade é que os portugueses souberam estar e tiveram motivos para celebrar aquilo que a religião, o desporto e a música podem fazer pelo melhor da nossa humanidade...traduzido em paz, esperança, universalidade, gratidão, humildade e alegria!

sábado, 13 de maio de 2017

Pastorinhos Santos

Cem anos depois da 1ª aparição mariana na Cova da Iria, o Papa Francisco veio a Fátima canonizar dois dos pastorinhos.  
A partir de hoje, 
Santa Jacinta e São Francisco Marto são os dois novos Santos
...de Portugal para o Mundo. 

Santa Jacinta 
e São Francisco Marto 
ROGAI POR NÓS!

quarta-feira, 10 de maio de 2017

MIA 2017


Começa amanhã o 8º Encontro de Música Improvisada de Atouguia da Baleia. 
O MIA - como é conhecido- prepara-se para tornar mais musical este fim de semana! 
Podem saber mais aqui (ou clicando no cartaz ao lado).

terça-feira, 9 de maio de 2017

Livros a Oeste 2017

Começa hoje mais um Livros a Oeste.
Até 13 de maio, na Lourinhã, os livros estarão  no centro das atenções. 
Saibam tudo aqui.

100 anos de Fátima e a visita de Francisco

Em Portugal, esta semana é naturalmente dominada pela visita do Papa Francisco a Fátima, por ocasião do centenário das aparições marianas
Consciente de que Fátima ultrapassa o seu cariz religioso, o Papa Francisco escolheu para lema de viagem a frase "Com Maria, peregrino na esperança e na paz", valores que ressaltam da mensagem de Fátima e que hoje, como há 100 anos, são tão almejados num mundo em conflito e permanente insatisfação.
Que essa mensagem tenha passado através de três crianças é um dos aspetos que pessoalmente mais me encanta na história de Fátima. Na sua pureza e humildade souberam ser aquilo que lhes era pedido que fossem, e é essa sua Santidade que vai ser reconhecida na cerimónia de Canonização dos irmãos Jacinta e Francisco Marto, que ocorrerá na eucaristia de dia 13, presidida pelo Papa Francisco. Ontem foram apresentadas as imagens oficiais dos novos santos
Há cerca de dois meses tinha sido apresentado o Hino da visita do Papa Francisco a Fátima - da autoria musical de João Gil, sobre letra do Pe. Tolentino Mendonça - intitulado "Deus em mim", que aqui vos deixo hoje. E já agora leiam também este artigo da Laurinda Alves a propósito destes dias.

sexta-feira, 5 de maio de 2017

V Feira da Saúde


Começa hoje a
V Feira da Saúde de Peniche. 

Até amanhã, no Quartel da Associação Humanitários dos Bombeiros Voluntários de Peniche haverá workshops, rastreios, showcooking, atividades desportivas e muita animação em torno da saúde e do bem-estar. 

Passem por lá e aproveitem este programa da melhor forma
...pela vossa saúde ;)

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Voar com o...Pirilampo Mágico!


Ele já anda aí sob o lema "Queremos voar!"...

Este ano para além do habitual merchandising (pirilampo, pin, caneca, chávena, mochila, t-shirto livro "Voar com...o Pirilampo Mágico"uma história do penicheiro (e meu amigo) Rogério Cação...motivo acrescido de orgulho para a nossa CERCIPENICHE e para a nossa terra.






Fiquem a saber tudo sobre o PIRILAMPO MÁGICO deste ano aqui
...e não se esqueçam de o(s) ajudar a voar :) 




PS_ Em Peniche os valores angariados destinar-se-ão à compra de um novo autocarro. 

Destaque para a 
IX Caminhada Mágica 
a realizar no dia 27 de maio, com partida do jardim, 
às 21h00.

Não deixem de participar!

terça-feira, 2 de maio de 2017

Semana musical

Criada em 1990, no âmbito das valências da Paróquia de Peniche, "Academia de Música Stella Maris - Peniche" sofreu nos últimos anos um incremento na sua atividade, o que justificou a  sua recente transformação em associação sem fins lucrativos, de nome legal "Academia de Música Estrela do Mar de Peniche".

Para assinalar esta nova etapa da Academia, haverá no próximo domingo,  7 de Maio, um Concerto/Apresentação da Academia às Entidades locais e Associações do Concelho. Será às 17h00, na própria Academia (nas traseiras do Pavilhão Polivalente).

Na restante semana haverá mais três audições, conforme os diversos instrumentos lecionados na Academia. A saber...:

Quinta-feira, 4 de Maio, às 21h00, na Academia
- Audição das classes de Piano (1ª Parte), Guitarra Clássica, Acordeão e Clube de Flauta Transversal;

Sexta-feira, 5 de maio, às 21h30, na Academia
- Audição das classes de Piano (2ª Parte), Trompete e Violino;

Sábado, 6 de Maio, 21h30, na Igreja da Misericórdia
- Concerto "As Marias", pelos alunos da Classe de Canto.

A não perder!

sábado, 29 de abril de 2017

Louvada seja a dança...

Dançar é uma das coisas que mais gosto de fazer! Por isso não podia deixar passar em branco o Dia Mundial da Dança
que hoje se assinala. 
Não podendo dar convosco mais do que uns passos de dança  virtuais,deixo-vos  o texto que a bailarina e coreógrafa Trisha Brown -falecida no mês passado aos 80 anos de idade- escreveu para esta data, e de que destaco estas linhas: "A dança comunica e expande a linguagem universal da comunicação, dando origem à alegria, beleza e ao avanço do conhecimento humano. A dança tem a ver com a criatividade… e repetidamente… no pensamento, no fazer e na interpretação".
Espero que gostem de o ler e que ao longo da vossa vida possam ainda dançar muito porque, como disse Santo Agostinho
"Louvada seja a dança,que exige tudo e fortalece a saúde, uma mente serena e uma alma encantada." 

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Latitudes

Óbidos recebe a partir de hoje, e até à próxima 2ª feira, 1 de maio, o LATITUDES - Encontro de literatura e viajantes
Saibam tudo sobre estes dias clicando aqui. 

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Há músicas (muito) boas de ouvir! LXVI

Hoje é Dia da Produção Nacional. E, se o que é nacional é bom!, isso é incontestável no que à música diz respeito. Atrevo-me a dizer que nunca a música portuguesa esteve tão em alta, nos mais diversos géneros.
Um bom exemplo disso é a música que vos deixo hoje: "Falar de amor", de Carolina, um fado com letra de Carolina Deslandes e música de Diogo Clemente.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

25 de abril

" (...) é também possível que me queiras perguntar: então o que se pode fazer pelo 25 de Abril, para que ele não seja apenas uma data no calendário? E é uma excelente pergunta.

Eu, mesmo tendo muito poucas certezas, respondo-te sem hesitar: o melhor é fazer com a que a liberdade que o 25 de Abril nos trouxe ajude sempre a melhorar o que de bom há em nós e neste país tão antigo e tão vivido, que já atravessou oceanos, desbravou florestas virgens e levou língua, cultura e civilização a vários continentes. Esse é o verdadeiro sentido e principal conteúdo da liberdade.

E nunca te esqueças que a liberdade é, antes de mais nada, o respeito pelos outros e o respeito que os outros nos devem em função dos nossos direitos. A liberdade é a combinação entre os direitos e os deveres, sem que cada um invada o espaço que, por direito, pertence aos outros. 
Hoje tens nas tuas mãos esse tesouro de que muitas vezes nem te apercebes e que se chama LIBERDADE."                                                                                             (José Jorge Letria in "O 25 de Abrill contado às crianças...e aos outros", Terramar, 1999)

Ilustração: "O cravo não é um guarda chuva", pintura em acrílico sobre tela, da autoria do jornalista/pintor Marinho Neves

domingo, 23 de abril de 2017

Abril, mês da liberdade


Prestes a celebrar o 43º aniversário da Revolução dos Cravos, o concelho de Peniche anima-se com o habitual programa de festas. 
Pela minha parte destaco o Recital de Poesia de Abril, que a atriz Io Appolloni fará amanhã, 24 de abril, pelas 21h30 na Capela de Santa Bárbara/Fortaleza de Peniche. 

Dia Mundial do Livro


Porque gosto muito de livros, porque trabalho com livros, porque acredito no seu poder  encantatório e transformador...hoje não podia deixar passar em branco o seu dia.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Este fim de semana...


Amanhã, sábado, o Núcleo de Peniche da Amnistia Internacional (NPAI) promove a II Jornada do NPAI como tema "Privacidade, Segurança e Direitos Humanos". Terá lugar no Auditório da Escola Superior de Turisnmo e Tecnologia do Mar, entre as 14h00 e as 18h30, e um dos oradores será o Professor Adriano Moreira. De entrada  livre, o evento requere uma inscrição prévia através do e-mail amnistiainternacional.peniche@gmail.com ou do tel. 919802862. Saibam mais aqui.



À noite, pelas 21h30, será apresentado o novo livro de Fernando Engenheiro, "A nobre villa da Athouguia e suas povoações". A sessão terá lugar no Auditório da Sociedade Filarmónica União 1º de Dezembro de 1902, em Atouguia da Baleia.



No domingo, pelas 16h30 na Igreja de S. Pedro, o Coral Stella Maris dará o seu Concerto de Páscoa. Concerteza, um espetáculo a não perder neste tempo pascal!


Também neste fim de semana tem lugar o Peniche Trail- por caminhos de pinhal e mar, uma organização do Agrupamento de Escuteiros 512-Peniche. Saibam mais aqui e aqui.

BOM FIM DE SEMANA PARA TODOS!

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Vacinação, jornalismo e fanatismos...

Uma das notícias do dia é a morte de uma adolescente, em virtude do sarampo contraído numa unidade hospitalar (Hospital de Cascais). A adolescente estava internada no dito hospital, com um diagnóstico inicial de mononucleose, tendo sido contagiada com sarampo por contacto com uma bebé de 13 meses, que não estaria vacinada (não se sabe se por opção familiar se apenas por atraso na vacinação, já que a vacina deve ser dada aos 12 meses). O estado da adolescente complicou-se -tendo desenvolvido uma pneunomia bilateral- e foi transferida para o Hospital da Estefânia, onde estaria a ser tratada, em isolamento. Segundo se sabe, a jovem não estaria vacinada contra o sarampo por em criança ter tido uma reação anafilática a uma outra vacina, porventura fruto de alguma falta de imunidade derivada de tratamentos para debelar um cancro, que teria tido em bebé. Ou seja: estamos a falar de uma adolescente com um historial clínico complicado desde bebé! 
Sei tudo isto porque ouço a RR, orgão de comunicação que, ao contrário de muitos, ainda faz um esforço por dar informação credível  e sustentada  aos seus ouvintes, em detrimento dos títulos sensacionalistas e algumas vezes infundados (quando se lê o corpo da notícia) que abundam por aí. 
E, tristemente, até o Expresso (jornal que tinha como referência de bom jornalismo) foi um dos que difundiu a notícia desta forma. O título "Mãe da jovem que morreu com sarampo é antivacinas" é altamente insensível para uma mãe que, independentemente de ser "antivacinas e adepta da homeopatia" viu a filha morrer! Crucifica uma mãe por opções que, sabe-se lá porquê, terá tomado, com toda a certeza, em prol do bem da sua filha. Porventura até por ser uma criança doente...por ter assistido a uma reação adversa (e assustadora para qualquer mãe, acredito...) à toma de uma vacina, por procurar alternativas aos meios convencionais de tratamento, sem descurar os tradicionais (na verdade, a jovem estava hospitalizada). 
Para que fique claro,o que me choca no meio disto tudo é a facilidade que temos em julgar e denegrir quem quer que seja, sem conhecer a verdade dos factos e os motivos de cada um. E a forma como a comunicação social e as redes sociais potenciam esta nossa irracionalidade! Convém esclarecer que, pela minha parte, e no que diz respeito ao assunto em questão:
-sou adepta da vacinação e acho que deveria ser obrigatória porque, mais do que uma questão individual ou familiar, é-o de saúde pública;
- sendo adepta dos meios convencionais de tratamento, não descarto os alternativos como complementares.
Agora:
- ABOMINO o jornalismo (se é que assim se pode chamar) sensacionalista e insensível;
- DETESTO  o jornalismo vazio, que explora até mais não uma notícia, sobretudo quando se trata de uma situação em que os sujeitos da notícia estão em sofrimento (seja por acidentes, incêndios, doenças, mortes ou outros infortúnios);
-PREOCUPO-ME COM OS FANATISMOS que se revelam nos comentários online, em que cada um julga ser o detentor da razão e todos os outros são energúmenos que podem ser maltratados por palavras e ações, esquecendo-nos que somos todos humanos, com direito a errar e a procurar aquilo que achamos ser melhor para nós e para os que amamos, sem que com isso façamos ou desejemos o mal de outros que fazem diferente de nós.